Ajuda-me ó Deus

 “Tem misericórdia de mim, ó Senhor, porque estou angustiado. Consumidos estão de tristeza os meus olhos, a minha alma e o meu ventre. ” (Salmos 31.9)

A caminhada cristã continua… Repleta de desafios, obstáculos e intempéries. Deus nos chamou para sofrer, padecer pelo seu nome. Ainda que muitos pregadores modernos ensinem o contrário, essa é uma evidente realidade bíblica. Mas confesso a você, querido irmão, que chegam dias que as provações são tão intensas, tão descomunais, que pensamos ser o fim. Paulo passou por algo assim. Ele sofreu tamanha tribulação na Ásia que disse: “Quase nos desesperamos da vida”. Esse é o chamado “dia mal”. Parece que todos os canhões do inferno estão apontados para nós. Satanás com seu poder opressor nos envolve em seu reino sombrio. Os céus parecem estar cerrados como chapas de bronze! As orações são lançadas ao vento, sem qualquer sinal de resposta. Temos a impressão que estamos sozinhos. Parece que até o Senhor nos abandonou. Teríamos feito algo errado? Seriam pecados que não estamos percebendo, e que nos acarretaram tudo isso? Culpa, medo, pavor e ansiedade nos envolvem. Não temos mais forças para lutar. Prostrados ao chão e abatidos dizemos, como Davi: “Consumidos estão de tristeza os meus olhos, a minha alma e o meu ventre.”

Querido irmão em Cristo. Essa é a verdadeira vida cristã. Se você está passando por tudo isso, não há nada de errado acontecendo com você. O Senhor nos advertiu de tais dias: “No mundo tereis aflições.” O Salmo 34 diz que: “Muitas são as aflições do justo”. Pedro fala para “não estranhamos a ARDENTE prova, que vem sobre nós”.

Entretanto, nem tudo é tristeza e perdição. No final do salmo usado como tema para esse devocional, Davi nos traz uma palavra de encorajamento. Ele ensina como venceu o dia mal e se ergueu desse estado quase “terminal”. “Esforçai-vos, e ele fortalecerá o vosso coração, vós todos que esperais no Senhor”.

Deus promete enviar dos céus a graça revigoradora! O bálsamo curador! As palavras de ânimo e esperança. Ele virá julgar sua causa e te defender de todos os seus opressores. Tão somente espere Nele, como diz o texto: “Vós todos que esperais no Senhor”. Ele promete nos fortalecer se nos esforçássemos. A ideia que Davi passa aqui é a seguinte: “Confiem em Deus e continuem confiando, esperando com paciência nas suas promessas e, então, Ele recompensara tal fé fortalecendo, livrando e restaurando vocês!

Esforcem-se, meus irmãos! Não se mostrem frouxos no dia da angústia, pois sua força precisa ser grande nesse momento. Vós todos que esperais no Senhor, verão ainda, grandes livramentos! Demonstrações gloriosas do amor de Deus e a abundante graça será derramada sobre vocês. Acalme seu coração, pois a hora da provação está prestes a passar!

Paulo Junior

Para baixar o Devocional “Ajuda-me ó Deus” em PDF, clique aqui.

COMPARTILHAR